Fauna no Parque

nome (nome científico)

CARCARÁ

Nome Científico: Caracara plancus. Possui uma distribuição geográfica ampla, que vai da Argentina até o sul dos Estados Unidos, ocupando toda uma variedade de ecossistemas, fora a cordilheira dos Andes. Sua maior população se encontra no sudeste e nordeste do Brasil. Medindo cerca de 50-60 centímetros da cabeça a cauda, o peso do macho é de 834 g; a fêmea pesa 953 g e mede cerca de 123 centímetros de envergadura.

nome (nome científico)

CASTANHA VERMELHA

Nome Científico: Heliconius erato phyllis. Esta borboleta geralmente voa de forma errática e a uma altura baixa, em habitats de beira de floresta como clareiras e trilhas; mas também sendo comum em vários tipos de ambientes antrópicos como jardins e parques de cidades, onde procuram o néctar de flores.

nome (nome científico)

CUÍCA-MARROM

Nome Científico: Monodelphis dimidiata. Possui cauda curta e garras bem desenvolvidas. Não sobem em árvores, sendo estritamente terrículas. Não possuem cauda preênsil. Deslocam-se em trilhas pré-existentes na paisagem e por baixo da vegetação através de pequenos túneis. Alimentam-se principalmente de insetos.

nome (nome científico)

GAVIÃO CARIJÓ

Nome Científico: Rupornis magnirostris. Nas últimas décadas este gavião passou a se tornar mais comum nos centros urbanos, adaptando-se com sucesso a este ambiente, pois nas cidades a oferta de presas é maior e os seus predadores naturais (outras aves de rapina maiores) são escassos.

nome (nome científico)

JACUGUAÇU

Nome Científico: Penelope obscura. O desmatamento e a caça indiscriminada reduziram drasticamente a população dessa espécie. Possui Coloração verde-bronze bem escura; manto, pescoço e peito finamente estriados de branco; pernas anegradas. O macho possui a íris vermelha, ao contrário da fêmea. Espécie grande e barulhenta, notável pelo ruído esquisito e fortíssimo que produz com as asas enquanto voa.

nome (nome científico)

NINHO DE TECELÃO

Nome Científico: Cacicus chrysopterus. O tecelão constrói um ninho de bolsa, com crina vegetal preta. Tecido com a precisão de uma máquina, o ninho tem 58 centímetros de comprimento. Gera, em média, duas ninhadas por estação, com três ovos cada uma.

nome (nome científico)

PICA-PAU-VERDE-BARRADO

Nome Científico: Colaptes melanochloros. Mede 28 cm. O tom esverdeado da plumagem camufla ainda mais. Na cabeça, a característica divisão entre vermelho e preto, única entre os pica-paus, destaca a grande área branca da região dos olhos. De perto e sob boa luz, as bolas negras na plumagem do peito e barriga podem ser vistas.

nome (nome científico)

SERIEMA

Nome Científico: Cariama cristata. Sua plumagem é cinza-amarelada, com finas riscas escuras: abdômen um pouco mais claro, bico e pernas vermelhos. Tem a crista formada por um tufo de penas longas, com cerca de 12 centímetros. É uma das poucas aves que possuem pestanas. Atinge uma altura média de 70 centímetros, podendo chegar a 90 centímetros de comprimento e pesar até 1,4 quilo.

nome (nome científico)

SURUCUÁ-VARIADO

Nome Científico: Trogon surrucura. Mede entre 26 e 28 centímetros e pesa entre 70 e 78 gramas. É um pássaro quieto que passa longos períodos de descanso em um poleiro, e seu canto pode ser ouvido durante todo o dia. Alimenta-se de insetos, vermes, moluscos e frutas, especialmente do palmito juçara.

Flora no Parque

CABEÇA DOURADA

Nome Científico: Cyptotrama asprata. Pequenos e chamativos cogumelos com píleo convexo de cor amarelo ouro coberto por escamas piramidais brancas. Estipe com escamas na base e sem anel. Cerca de 3 cm de altura e 2 cm de diâmetro. Ocorre sobre madeira em decomposição.

Olho de Pau Azul

Nome Científico: Chlorociboria aeruginosa. São pequenos fungos em forma de disco, de cor inteiramente azul vivo e com um pequeno pé central. Frequentemente torna a madeira manchada pela mesma cor. Cerca de 5mm de diâmetro e altura, crescendo em grandes grupos sobre madeira.

Bromélia

Nome Científico: Aechmea calyculata (E.Morren) Baker, da família Bromeliaceae. Ela é encontrada em Mata Atlântica, nos Estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, e em outros países da América Latina.